Passeio aos Geysers El Tatio, no Deserto do Atacama (Chile): Descubra como funciona este tour, quanto tempo dura, quanto custa e como você deve se preparar para essa aventura.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Convenhamos: acordar de madrugada para enfrentar temperaturas negativas não é a melhor ideia de férias. No entanto, se você quiser conhecer os Geysers El Tatio, no Deserto do Atacama, saiba que isso será uma realidade na sua viagem – ao menos durante esse passeio.

Situados aproximadamente a noventa quilômetros de San Pedro do Atacama, e a 4.300 metros acima do nível do mar, os geisers atacamenhos são, na minha opinião, um dos lugares mais especiais para conhecer no deserto. Afinal, não é sempre que temos a oportunidade de observar esse fenômeno da natureza.

Porém, não se engane. Para incluir essa aventura no seu roteiro é necessário tomar certos cuidados para que você não passe nenhum perrengue desnecessário, e consiga aproveitar ao máximo a sua trip .

E, neste post, eu contarei com detalhes como foi a minha experiência com o passeio para os Geysers El Tatio, para que você possa se organizar adequadamente.

Leia também: 7 hotéis baratos em San Pedro de Atacama [CHILE]

# Como é o passeio pelos Geysers El Tatio?

Assim como os demais tours no Atacama, cada agência costuma ter seus próprios horários de saída, itinerário e comodidades inclusas durante o passeio. Portanto, a experiência que vou relatar aqui é baseada na experiência que tive com a Fui Gostei Trips – agência que cuidou de todos os meus passeios no deserto.

Conforme combinado, por volta das cinco da matina uma van passou no hostel em que estava hospedado para iniciarmos a jornada. Detalhe: fui um dos últimos passageiros a ser pego, ou seja, teve gente que madrugou ainda mais cedo do que eu.

Como o silêncio é a melhor companhia a esta hora do dia, o guia apenas explicou rapidamente qual era a nossa programação, apagou as luzes da van, e aproveitamos para tirar um cochilo por cerca de uma hora até chegarmos à entrada da área onde estão os Geysers El Tatio.

Campo Geotermal 1

“Ué, até que não faz tão frio como eu imaginei que estaria”, pensei inocentemente quando desci da van pela primeira vez. E, de fato, a temperatura não estava tão baixa quanto os outros dias da semana. Mas bastou cinco minutos ao relento para que os sete graus negativos começassem a fazer efeito, e dessem as boas vindas mais geladas da minha vida.

Por volta das 6h40 começamos a explorar a região do Campo Geotermal 1 – a maior área dos Geysers El Tatio que é dividido em dois setores.

Embora essa seja a parte mais fria do passeio, é também a mais interessante, pois é quando temos o primeiro contato com os vapores e jatos de água que saem da terra.

O mecanismo extremamente resumido é simples: aproximadamente trinta e cinco quilômetros abaixo da superfície, as camadas subterrâneas de água – em sua maioria acumulada pelo derretimento de neve – entram em contato com a câmera magmática que há na nessa região vulcânica. O resultado deste aquecimento da água é o que vemos na superfície.

Por cerca de cinquenta minutos observamos essa dinâmica em diversos pontos do campo geotermal, e compreendemos com mais detalhes esse processo.

Antes de seguir para o Campo Geotermal 2, recarregamos nossa energia com um belo café da manhã que incluiu baguete, ovos mexido, queijo, salame, geleia, biscoito, café, leite, suco e chá. Excelente pedida para matar a fome e tentar se esquentar.

geysers no atacama
Campo Geotermal 1
El Tatio
Campo Geotermal 1

Campo Geotermal 2

Embora menor do que o Campo Geotermal 1, o segundo setor dos Geysers El Tatio tem um atrativo de peso: uma piscina com água termal.

A verdade, porém, é que são poucos os viajantes corajosos que se atrevem a tirar suas nem tão quentes camadas de roupa, para entrar na água. Chegamos aqui por volta das 8hs e, apesar de não estar tão frio quanto antes, preferi tentar me esquentar no sol que já tinha começado a raiar, do que mergulhar na piscina.

De qualquer forma, essa segunda parada dura em torno de quarenta minutos, e quem não quiser perder essa experiência terá tempo de sobra. Os fujões do banho podem aproveitar para conhecer outros geisers dessa área e caminhar pelo entorno, já que as paisagens por aqui também são pra lá de fotogênicas.

Piscina termal do Geyser El Tatio
Piscina termal do Geyser El Tatio
Campo Geotermal 2 atacama
Campo Geotermal 2

Platô do Vulcão Putana

Diferente do que eu imaginava, o passeio aos Geysers El Tatio incluem outras paradas pelo caminho. O que foi uma grata surpresa, já que há cenários realmente lindos que nos exigem uma pausa para fotos.

Trinta minutos depois de sairmos dos geisers a primeira parada foi numa zona conhecida como Platô do Vulcão Putana – uma espécie de pântano formado com o acumulo de água subterrânea e uma vegetação rasteira. O colorido das plantas junto com as montanhas e vulcões ao fundo forma um visual que poderia estampar um cartão postal.

A parada por aqui durou em torno de vinte minutos, e fizemos uma curta caminhada para chegar ao mirante que oferece uma vista ainda mais panorâmica.

Platô do Vulcão Putana
Vulcão Putana Atacama

Pueblo de Machuca

Outra parada clássica durante o passeio pelos Geysers El Tatio é no povoado de Machuca, uma pequena comunidade que vive literalmente no meio do deserto. O pit-stop é bastante conveniente para ir ao banheiro ao fazer um lanchinho – já que a essa altura são quase dez da matina.

Pueblo de Machuca Deserto do Atacama
Pueblo de Machuca

La Quebrada de los Cactus

Como estávamos dentro do horário, nosso guia ainda nos presenteou com mais uma parada durante o caminho: La Quebrada de los Cactus. Segundo ele, esse seria um dos lugares mais lindos que veríamos no deserto, e realmente, não tivemos como discordar.

La Quebrada de los Cactus Atacama
La Quebrada de los Cactus

Leia também: 10 coisas que você não pode deixar de fazer no Atacama

+ Dicas para não se dar mal!

» Durante o passeio aos Geysers El Tatio a altitude chega a 4.300 metros. Por este motivo, é recomendável fazê-lo no final da sua viagem, quando já estiver mais acostumado com a altura.

» Além disso, outro inconveniente deste passeio é o frio. Como é um passeio que precisa começar de madrugada, é quando você possivelmente sentirá mais frio na sua viagem pelo deserto. Temperatura negativa é o mais comum por estas bandas. Capriche como nunca nas roupas de frio e não se esqueça de gorro e luvas.

» Você poderá entrar numa piscina de água termal durante o passeio pelo Geyser El Tatio. Leve roupa adequada e toalha de banho caso queira entrar na água.

» Apenas a ponto de informação, o passeio precisa começar cedo porque é quando os campos geotermais apresentam maior atividade. Além disso, como ainda há pouca luminosidade, fica mais fácil enxergarmos o vapor d’água.

Durante o restante do dia o fenômeno natural continua acontecendo, mas com a claridade do sol já não vemos mais o vapor no ar.

» O passeio começa às 5hs e os viajantes estão de volta a San Pedro do Atacama entre 12hs e 13hs.

» Preço do passeio com a Fui Gostei Trips: CLP 25.000,00 (aproximadamente R$ 147,00). Neste valor está incluído transporte, serviço de guia e café da manhã.

» À parte do preço do passeio, para visitar os Geysers El Tatio é cobrada uma taxa de CLP 10.000,00 por pessoa (R$ 58,00). Esse valor é pago em dinheiro no próprio local durante o passeio. Se possível, leve trocado.

» CLP é o símbolo utilizado para representar o peso chileno. R$ 1,00 equivale a aproximadamente 170,00 pesos chilenos.

» Como esse é um passeio de meio período você pode fazer outro tour durante a tarde, como por exemplo, o passeio até a Laguna Cejar.

Outros passeios que fiz com a Fui Gostei Trips

» Lagunas Escondidas + Ônibus do Deserto: O passeio mais fotogênico do Atacama!

» Lagunas Altiplânicas e Piedras Rojas: Um passeio indispensável no Atacama!

» Tour Astronômico no Atacama: Dicas indispensáveis

» Valle del Arco Iris: Um passeio surpreendente no Atacama!

» Valle de la Luna e Valle de la Muerte: Um passeio clássico no Atacama!

» Passeio de bicicleta no Atacama: Fugindo do óbvio e das multidões!

» Termas de Puritama, no Atacama: Relaxando no deserto!

» Laguna Cejar: Boiando em águas hiper salgada no Atacama!

» Salar de Tara: Um passeio de tirar o fôlego no Atacama!

» 10 principais passeios no Deserto do Atacama

*** A agência Fui Gostei Trips foi parceira do blog Volto Logo durante os passeios no Atacama, mas as opiniões aqui relatadas são livres e pessoais!

3 lugares para se hospedar em San Pedro do Atacama

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Hostal El Anexo tem jeitinho de pousada e me atendeu perfeitamente.

($$) Quem faz questão de privacidade mas não quer gastar uma fortuna, o Chalé Tehuelaike tem um ótimo custo-benefício e reputação invejável.

($$$) Podendo investir um pouco mais, vale conferir as suítes do Quechua Hotel.

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em San Pedro do Atacama.

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here