COMPARTILHAR

Atenção Viajante!!!

Economize no seu seguro viagem fazendo uma cotação online, que compara as melhores seguradoras do mercado. E também, utilize o cupom de desconto VOLTOLOGO5 para garantir 5% de desconto.

»»» Clique aqui e descubra agora quanto você vai precisar investir na sua segurança durante a sua viagem.

PS: Pode apostar que é menos do que você imagina! :)
Curitiba: Descubra o que há para fazer na cidade! (Melhores atrações, passeios, pontos turísticos, parques, museus, bares e outros lugares para conhecer)
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Há um certo boato de que as coisas para fazer em Curitiba se esgotam num único final de semana, ou, mais vagarosamente, num feriadão prolongado. Eu, no entanto, passei uma semana inteira por lá e ainda me faltaram atrações para conhecer.

É certo de que os principais pontos turísticos da capital paranaense podem sim ser visitados numa programação de três dias. Porém, a cidade oferece tantos atrativos que seria uma pena ficar tão pouco tempo por lá. Isso sem falar nos passeios bate-volta pela região que você também pode incluir no seu roteiro.

Parques, museus, vinícolas, mirantes, feirinhas de rua, construções peculiares e tours inusitados. Estas são apenas algumas das coisas para fazer em Curitiba que certamente já são capazes de preencher quatro dias de atividades.

E claro, como saco vazio não para em pé, não faltarão bares, restaurantes e cafeterias legais para você repor a energia e continuar suas andanças por lá.

Para que você não se perca com tantas possibilidades, neste post vou te contar quais são as principais atividades que você pode fazer em Curitiba.

Leia também: Melhores bairros e hotéis para ficar em Curitiba

*** Nota: Visitei Curitiba durante o Encontro da RBBV 2018 (Rede Brasileira de Blogueiros de Viagem). Parte dos lugares que conheci e que indicarei a seguir contaram com o apoio da Prefeitura de Curitiba, patrocinadores e parceiros do evento.

As opiniões relatadas, no entanto, são pessoais e reais!

# Mapa das dicas do que fazer em Curitiba

Confira no mapa abaixo a localização dos principais pontos turísticos, atrações e outros lugares para incluir na sua lista do que fazer em Curitiba!

1- Linha Turismo

Linha Turismo, assim é chamado o ônibus turístico que circula entre as principais atrações de Curitiba. Incluindo 24 pontos para possíveis embarques e desembarques, essa é uma boa opção de se locomover pra quem está viajando sozinho e não tem muito tempo na cidade.

Os ônibus são novos e modernos, possuem sistema de áudio que narra um pouco da história de cada lugar e funcionam de terça a domingo. A passagem custa R$ 45,00 e poder ser comprada em qualquer uma das paradas – diretamente no ônibus – ou na Rodoferroviária de Curitiba. (Pagamento somente em dinheiro!)

Mas atenção! Apesar do ônibus passar pelos principais lugares para conhecer em Curitiba, a passagem inclui apenas 4 reembarques. Ou seja, por este preço você poderá descer em apenas quatro atrações. Portanto, o ideal é que você pense num roteiro de antemão, e aproveite para conhecer àqueles lugares mais afastados da área central, como por exemplo, o Memorial Ucraniano, a UNILIVRE ou até mesmo o Jardim Botânico.

ônibus turístico em Curitiba
Bosque Alemão, uma das paradas da Linha Turismo

2- Torre Panorâmica de Curitiba

Um dos principais lugares para ver Curitiba do alto é do mirante da Torre Panorâmica, que possui 109 metros de altura e está localizada no bairro Mercê.

Além da torre pitoresca por si só já render algumas fotos, de lá de cima é possível ter uma vista de 360º de Curitiba, sendo, na minha opinião, a parte que contempla o lago do Parque Barigui a mais bonita.

Você poderá visitar a Torre de terça a domingo, das 10hs às 19hs. A venda de ingresso, porém, é apenas até as 18h30 e custa R$ 6,00.

mirantes em Curitiba
Torre Panorâmica de Curitiba

3- Jardim Botânico

Para a maioria dos viajantes, uma das primeiras coisas para fazer em Curitiba é visitar o Jardim Botânico e sua emblemática estufa. O que é perfeitamente compreensível, afinal, além da construção metálica ser realmente admirável, esta área verde da capital paranaense possui ainda outros encantos.

Seu gramado bem cuidado, por exemplo, geralmente reúne nos finais de tarde curitibanos adeptos da yoga. Aliás, visitar o parque nos últimos suspiros do dia é uma ótima pedida para ver um belo pôr-do-sol – quando há pôr-do-sol, claro!

Além disso, outra atração do Jardim Botânico é o Jardim das Sensações, que convida a população a uma viagem sensorial com a presença de diversas espécies de plantas. O horário de visitação a essa área é mais restrito, somente de terça a domingo das 9hs às 17hs. Já a parte principal do Jardim Botânico pode ser visitada das 6hs às 19hs, e até às 20hs durante o verão.  

 

estufa do jardim botânico de curitiba - passeio
Jardim Botânico de Curitiba

4- Parque Tanguá

Outro parque que encabeça qualquer lista sobre o que fazer em Curitiba é o Parque Tanguá, àquele com a construção que lembra um castelinho com duas torres, e que também é uma ótima pedida para aproveitar os últimos raios de sol.

Não se limite, porém, a ficar na parte superior do parque. Isso porque, é na sua parte inferior que você realmente poderá fazer uma caminhada em meio à natureza.

o que fazer em Curitiba - parques
Parque Tanguá

Leia também: 9 dicas valiosas para viajar a Curitiba

5- Mercado Municipal

Como boa capital que é, Curitiba também transformou seu Mercado Municipal numa atração e tanto para turistas, e claro, para curitibanos que lotam sua praça de alimentação principalmente aos finais de semana.

Seja para comprar frutas, verduras, carnes, artigos domésticos, cervejas importadas ou simplesmente fazer uma bela refeição, o Mercado é o lugar certo. Por falar em comes e bebes, minha paixão por lá foi o pastel da Pastelaria Curitiba, que serve desde os sabores tradicionais a outros mais inusitados, como o de pinhão com carne seca.

Como se não bastasse tudo isso, o Mercado Municipal de Curitiba ainda promove eventos e festivais temáticos, como o Cacharitiba (Festival da Cachaça), Halloween do Mercado e o Natal do Mercado. Portanto, fique de olho na programação pra verificar se estará rolando alguma festividade durante seus dias por lá.

lugar para conhecer em Curitiba - mercado municipal
Mercado Municipal de Curitiba

6- Passeio a Morretes

Mais um programa clássico para fazer em Curitiba é o passeio de Trem até Morretes, uma simpática cidadezinha histórica onde você poderá provar um legítimo Barreado – prato típico do litoral paranaense cujo preparo é uma verdadeira arte.

Para chegar até lá o jeito mais tradicional é de trem e ônibus. Ou melhor dizendo, indo de trem e voltando de ônibus/van. Isso porque, a viagem de trem costuma levar ao menos quatro horas, e fazer ida e volta pelos trilhos que cortam a Serra do Mar deixa o passeio cansativo e pouco proveitoso.

Você pode consultar todas as opções de passeios e comprar sua passagem de trem diretamente no site da empresa Serra Verde Express, empresa responsável por operar o transporte sobre trilhos. Mas atenção, pois desde o primeiro semestre de 2018 o trem turístico funciona apenas aos finais de semana. Portanto, reserve um dia inteiro – na sexta, sábado ou domingo – para este programa.

A exceção fica por conta da alta temporada, de dezembro a fevereiro, que é quando o trem parte para Morretes todos os dias.

passeio de trem em Curitiba
Viagem de trem a Morretes

7- Tour Comida de Boteco

Que tal provar os melhores petiscos dos bares curitibanos, e de quebra conhecer novas pessoas e bater um papo animado?! Essa é a experiência que te espera no Tour Comida de Boteco, criado pela divertida Carol Moreno, que também está à frente do blog Mochilão Trips.

Ao contrário de um Pub Crawl tradicional, onde o objetivo é beber em vários bares e terminar a noite numa balada, o foco do Tour Comida de Boteco são os quitutes dos bares e muita conversa. Cervejas e outros drinks acabam sendo uma consequência, afinal, ninguém faz novos amigos bebendo leite quente, certo?!

A dinâmica do passeio é visitar quatro bares numa única noite, e em cada um deles você irá experimentar as comidinhas da casa que mais fazem sucesso. Atualmente existem oito roteiros diferentes que acontecem alternadamente as quintas (a partir das 19hs) e aos sábados (a partir das 17hs).

O tour custa R$ 60,00 por pessoa e já inclui os petiscos que você irá provar. Já as bebidas são compradas a parte em cada bar durante o passeio. Para outros detalhes ou reservar sua vaga basta acessar o site oficial do Tour Comida de Boteco.

botecos em Curitiba
Petiscos do Tour Comida de Boteco

8- Tour Curitidoce

Caso você se empolgue no Tour Comida de Boteco e beba além da conta, a glicose no dia seguinte pode ser garantida no Tour Curitidoce, um passeio para conhecer as melhores confeitarias de Curitiba – além de degustar suas delícias, claro.

Comandado pela simpática Ledinara, o roteiro tradicional do tour – que acontece aos sábados – nos leva a uma açucarada andança por cinco docerias dos bairros Bigorrilho e Batel.

E o melhor de tudo: as degustações servidas são tão diferentes uma das outras que será impossível eleger uma única favorita. Tem maçã caramelada (por favor, não compare com maçã do amor!), chocolate, brownie, éclair e gelato.

Para participar, basta mandar um e-mail para curitidoce@gmail.com, ou enviar uma mensagem pela Fanpage Curitidoce. O tour custa R$ 55,00 por pessoa e já inclui as degustações que serão feitas durante o passeio.

confeitarias para conhecer em Curitiba
Vitrine do Bazar Doce

9- Kuritbike

Para queimar as calorias dos tours anteriores, nada melhor do que pedalar pelos principais pontos turísticos de Curitiba. E, se você quer fazer isso com o acompanhamento de um guia, o Kuritbike certamente te ajudará.

Além de poder conhecer os principais cartões postais da cidade, como por exemplo no roteiro Bike Tour Ópera e MON – que passa pelo Bosque do Papa, Museu Oscar Niemayer, Parque São Lourenço, Ópera de Arame e Parque Tanguá – o Kuritbike oferece passeios temáticos, como o Coffee Bike Tour, Arte Bike Tour e Bike & Bar.

Para fazer qualquer tour é necessário ter no mínimo dois participantes, e fazer seu agendamento previamente através do e-mail queropedalar@kuritbike.com.

Para conferir todos os roteiros disponíveis, preços e horários, basta clicar aqui. Lembrando ainda que caso você queira pedalar por conta própria é possível apenas alugar uma bicicleta.

tour de bicicleta em Curitiba
Bicicletas do KuritBike

Leia também: 3 tours em Curitiba para fugir do óbvio

10- Café do Viajante

Certos lugares são capazes de deixar qualquer viagem mais agradável e aconchegante. E, em Curitiba, um deles é o Café do Viajante.

Localizado pelas bandas do Centro Cívico, o café fundado pelos sócios Robson Franzoi e Diogo Fernandes é um daqueles cantinhos pra passar horas e horas se encantando com a decoração do lugar, e se esbaldando com as delícias do cardápio, como o Cappuccino do Viajante e os mini pães-de-queijo recheados.

Acredite. conhecer o Café do Viajante definitivamente é uma das coisas que você não pode deixar de fazer em Curitiba. Se você ainda tem dúvidas, dê uma olhada nas fotos do perfil do Instagram.

cafeteria em Curitiba
Cappuccino do Café do Viajante

11- Museu Oscar Niemeyer

Dentre as dezenas de museus que há em Curitiba, nenhum ocupa um espaço tão grande no roteiro dos turistas como o Museu do Olho – como é popularmente conhecido o Museu Oscar Niemeyer.

Com localização central e fácil acesso, mais do que as sinuosas curvas características do arquiteto, o MON abriga um acervo e exposições invejáveis. Inclusive, para conferir as exposições em cartaz basta acessar o site oficial do museu.

O horário de funcionamento é de terça a domingo das 10hs às 18hs, e o ingresso custa R$ 20,00. Para economizar, a dica é ir na quarta-feira, que é quando a entrada é gratuita.

museu do olho em curitiba
Museu Oscar Niemeyer

12- Vinícola Franco Italiano

Se você está de dieta já deve ter percebido que deverá fazer uma pausa para aproveitar o que há de melhor em Curitiba, combinado?!

Ainda na área gastronômica, outro passeio que inclui comilança na capital paranaense, ou melhor, em Colombo (um município situado na região metropolitana de Curitiba, a aproximadamente vinte quilômetros dos bairros centrais) a Vinícola Franco Italiano é um lugar para comer e beber bem.

Além de poder degustar diversos rótulos da conceituada vinícola familiar, o local ainda possui um restaurante que serve deliciosos almoços no estilo buffet aos finais de semana.

vinícolas em Curitiba
Sincronia, um dos rótulos mais vendidos da Vinícola Franco Italiano

13- Ópera de Arame

Muito mais do que um teatro, o Ópera de Arame é um dos símbolos mais inconfundíveis da arquitetura curitibana. Com uma estrutura de fazer inveja a muitos cenários de filmes hollywoodianos, o visual fica ainda mais cativante por conta da vegetação que rodeia o local.

Como se não bastasse a construção por si só já valer a visita, desde setembro de 2018 o Ópera de Arame deu inicio ao Vale da Música, um projeto que visa cultivar a diversidade musical. De terça a domingo das 10h às 18h, diversos artistas se apresentam em um palco flutuante que torna o ambiente ainda mais especial.

Pra completar, o Ópera Arte oferece um ambiente requintado para o seu almoço. O cardápio diversificado é de dar água na boca e os preços bastante realistas.

ópera de arame em curitiba - dicas
Ópera de Arame

14- Memorial Ucraniano

Localizado no Parque Tingui, o Memorial Ucraniano é uma das várias homenagens que a prefeitura da cidade fez aos imigrantes que ali chegaram. E, apesar de estar um pouco afastado das principais dicas do que fazer em Curitiba, pode apostar que vale inclui-lo na sua programação.

Contrastando com a sua paisagem que parece ter saído de um conto de fadas, o Memorial Ucraniano nos conta a história de uma das maiores violências causadas e sofridas pelo homem: o Holomodor, genocídio que exterminou pela fome aproximadamente dez milhões de ucranianos entre 1932 e 1933.

memoriais e museus em curitiba - dicas
Memorial Ucraniano

15- Parque, parques e parques

Além do Parque Tanguá e do Jardim Botânico que já foram mencionados, a capital do Paraná possui outras dezenas de áreas verdes que você pode conhecer durante a sua viagem. Inclusive, no texto “7 Parques em Curitiba” eu listei quais foram os meus favoritos.

Resumindo, considere visitar também o Parque Barigui, Bosque Alemão, Bosque do Papa João Paulo II e a Unilivre.

Dicas do que fazer em Curitiba
Parque São Lourenço

16- Museus, museus e museus

Assim como parques, outro tipo de atração que não falta em Curitiba são museus. Apesar do icônico Museu Oscar Niemayer ser o grande destaque, é possível se impressionar com lugares mais discretos, porém, igualmente interessantes.

O Museu Ferroviário, situado no Shopping Estação, é um exemplo claro de como preservar parte da história de uma cidade.

Pertinho do Largo da Ordem, o Museu Paranaense e o Memorial de Curitiba chamam a atenção pela região central.

Outros que costumam agradar é o Museu do Holocausto, Museu da Imagem e Som, Museu de Arte Contemporânea do Paraná e o Museu Egípcio.

melhores museus em Curitiba
Museu Ferroviário

17- Centro Cívico

Apesar de muitas dicas mencionadas até agora sobre o que fazer em Curitiba já estarem pela região central da cidade, há outras atrações que você pode incluir no seu roteiro.

O Largo da Ordem, por exemplo, além de construções históricas e alguns murais de arte de rua, dispõem de ótimos barzinhos para o final do dia.

Outros dois prédios que chamam atenção é o Palácio Iguaçu, com um mural colorido bem ao lado, e a sede da Prefeitura de Curitiba.

O Centro Cultural Teatro Guaíra é outro local que não passa despercebido quando se caminha por perto da Praça Santos Andrade.

Outro lugares a considerar durante suas andanças por estes lados é a Biblioteca Pública do Paraná, Rua 24 Horas (uma espécie de galeria), Catedral de Curitiba e a Praça Tiradentes – onde está a pedra que representa o Marco Zero de Curitiba.

o que fazer no centro cívico de Curitiba - dicas
Parte do centro-histórico de Curitiba

18- Rua XV Novembro

O calçadão para pedestres no centro de Curitiba, conhecido como Rua XV ou Rua das Flores, não é exatamente uma atração turística. Até porque, na verdade o que você encontrará por lá é o movimento rotineiro de uma rua comercial: lojas de todos os segmentos, lanchonetes, restaurantes e artistas de rua disputando a atenção de quem passa. Porém, é inegável que o que mais se destaca são os jardins e as flores coloridas da calçada.

Ainda assim, numa passada rápida por estas bandas dá pra apreciar parte da arquitetura histórica da região, como o imponente prédio da Universidade do Paraná.

rua das flores em Curitiba - dicas
Rua XV

19- Feirinha do Largo da Ordem

Toda capital que se preze tem ao menos uma feirinha dominical onde você pode encontrar artesanato, comes e bebes, e outras coisas que você não precisa, mas não resiste quando vê!

E em Curitiba não é diferente. Todos os domingos turistas e moradores locais lotam as ruas dos arredores do Largo da Ordem para conferir as novidades – ou badulaques nem tão novos assim – na tradicional Feira do Largo da Ordem. Mas atenção, o passeio deve ser aproveitado pela manhã, até por volta das 13hs.

feirinha de artesanato em Curitiba
Feira do Largo da Ordem

20- Bares legais

Se você não abre mão de uma programação noturna movimentada enquanto estiver em Curitiba, a boa notícia é que não faltam excelentes bares por lá.

Localizado no bairro Batel, o clássico Hard Rock Café Curitiba é uma parada que atrai boa parte dos viajantes. No mesmo bairro, no pomposo Shopping Batel, o GARDS Rooftop faz a vez pra quem está em busca de um ambiente mais requintado e intimista.

A pegada alternativa pela mesma região fica por conta do Shopping Hauer, onde dezenas de bares lado a lado reúnem milhares de pessoas na calçada.

Já pelos lados do Centro Cívico recomendo todos os bares que conheci durante o Tour Comida de Boteco: Mercearia Fantinato, Amsterdam Lounge Bar, Cervejaria da Vila e Mr Hoppy Beer & Burger.

melhores bares em Curitiba
Big Bear Burger, no Shopping Hauer

21- Comer Carne de Onça

Admito que não fiz 100% o dever de casa e cheguei em Curitiba sem saber quais são os pratos típicos da cidade. No entanto, bastou meia dúzia de palavras trocadas com os curitibanos para eles me falarem que uma das coisas que eu não deveria deixar de fazer por lá era provar a Carne de Onça. Afinal de contas a iguaria é Patrimônio Cultural da Cidade.

Mas não se preocupe, pois nenhuma onça precisa morrer para você experimentar um dos petiscos mais pedidos de lá. A tal Carne de Onça nada mais é que carne moída crua (de primeira, sem nervos e gorduras) temperada com sal, pimenta, azeite, cebola, alho e cheiro-verde.

O motivo do nome? É incerto. Uma das teorias mais aceitas é por causa ao bafo de onça ostentado pelas pessoas após consumi-la. Por via das dúvidas, não custa nada ter um chicletinho no bolso.

onde comer carne de onça em Curitiba
Carne de Onça da Mercearia Fantinato

+ Dicas do que fazer em Curitiba

Se você achou pouco e ainda precisa de mais dicas do que fazer em Curitiba para preencher o seu itinerário, fique tranquilo, pois aqui estão elas.

Os amantes do futebol podem incluir na programação um tour guiado pela Arena da Baixada, o moderno estádio do clube Atlético Paranaense. O passeio, que custa R$ 20,00, leva os visitantes a locais normalmente fechados ao público em geral.

Para valorizar seu passeio pelo centro-histórico da cidade a dica é se juntar com a turma do Curitiba Free Walking. O passeio gratuito acontece todos os sábados às 11hs.

Se o Tour Comida de Boteco e os bares indicados não forem suficientes para matar sua sede de cerveja artesanal, saiba que Curitiba tem ainda outras dezenas de possibilidades. E se precisar de mais, vale esticar a viagem até cidades vizinhas, como Pinhais. Pra te ajudar nesta difícil missão de descobrir as melhores cervejarias de Curitiba e região, recomendo que leia o texto “Curitiba: 7 Lugares Imperdíveis na Capital da Cerveja Artesanal”, do blog Viagens Cine. (E lembre-se, se beber não dirija!)

Com mais tempo, considere passar alguns dias na rústica e impressionante Ilha do Mel, o melhor destino do litoral paranaense.

3 lugares para se hospedar em Curitiba

($) Para os viajantes que procuram um albergue, o Motter Home é uma das opções mais bem cotadas da cidade.

($$) Quem faz questão de privacidade mas não quer gastar uma fortuna, o Hotel Centro Europeu Tourist é econômico e tem ótima reputação.

($$$) Podendo investir um pouco mais, vale conferir as suítes do Intercity Curitiba – Centro Cívico.

» Se preferir, clique aqui e confira outras ofertas de hospedagem em Curitiba.

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

8 COMENTÁRIOS

  1. Oi Murilo! Parabéns pelo post! Tão completo e bem feito que me deu mais saudades ainda! Que orgulho dessa minha cidade! Eu sou Curitibana, vivi minha vida toda lá, mas estou morando fora já tem dois anos e estou morrendooo de saudades!!
    Obrigada por compartilhar! Abraço

    • Oi Bruna, tudo bem?

      Fico feliz em saber que gostou das dicas! (Ainda mais sendo curitibana! hahaha)

      Eu mal volte de lá e já estou com saudades! hehehe

      Abração

  2. Post completíssimo hein? Adoro Curitiba, tem muita coisa legal para fazer por lá, mas o que mais gosto são os parques. Ainda preciso explorar a cidade de bike, deve ficar ainda melhor. Obrigado pela indicação ao Viagens Cine.

    • E aí Fabio, beleza?!

      Cara, me surpreendi com a quantidade de atrações por lá! xD
      Uma boa é fazer um passeio de bike pelo principais parques, hein!?

      Abração

  3. Vou quase que mensalidade a Curitiba, conheço alguns lugares citados, mas muitos ainda não conheço.
    Fantástica abordagem dessa matéria. Gostaria de receber informes disso, pois quero degustar de toda essa beleza.

    • Faaala Guerino, tudo bem?

      Fico feliz em saber que gostou das dicas!
      Fique de olho aqui no blog e nas minhas redes sociais que em breve vou publicar outras dicas de Curitiba! xD

      Abração

  4. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here