Turismo em São Paulo-SP: Descubra porque a maior metrópole brasileira pode ser um excelente destino para as sua próximas férias.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Fazer turismo em São Paulo de forma alguma é uma experiência apática. Pelo contrário: ou você retornará para casa querendo voltar mais vezes, ou vai querer se esquecer dos seus dias na maior metrópole brasileira. E claro, não há certo ou errado sobre isso.

Acredito eu, que seus sentimentos por São Paulo dependerão da sua programação e, principalmente, se você é do tipo de viajante que curte cidades grandes. Não tem jeito, se sua pegada é praia, montanha e pequenas vilas, São Paulo, muito provavelmente, não acertará seu coração em cheio. Mas é claro, cada caso é um caso e toda regra tem sua exceção.

Por via das dúvidas, na minha opinião, vale a pena dar uma chance a São Paulo e reservar alguns dias para turistar pela cidade. E, neste post, eu contarei a você alguns motivos pelos quais a capital paulista pode te surpreender, e até mesmo fazer com que você se apaixone por ela.

Leia também: 9 dicas valiosas para uma viagem a São Paulo

1- O Ibirapuera (e outras dezenas de parques!)

Basta ouvir a expressão parques em São Paulo que a maioria das pessoas se lembram automaticamente do Parque Ibirapuera. E, de fato, não faltam motivos para a sua fama.

Considerado um baita refúgio verde numa região pra lá de movimentada da cidade, o Ibirapuera é muito mais do que um espaço para correr, caminhar ou simplesmente passar um tempo em contato com a natureza.

Além, de claro, você poder fazer tudo isso, o Ibirapuera também é um importante polo cultural de São Paulo. Afinal, por lá também está o Museu de Arte Moderna (MAM), o Museu Afro Brasil, a Fundação Bienal, Planetário, a Escola de Astrofísica e a famosa Oca do Ibirapuera.

Como se não bastasse, basta cruzar a passarela Ciccilio Matarazzo que você chegará a outro importante museu da cidade, o Museu de Arte Contemporânea (MAC USP).

No entanto, não pense que seus dias de turismo em São Paulo se limitarão a um único parque. Se você gosta de incluir este tipo de lugar nos seus roteiros de viagem, saiba que há outras dezenas de áreas verdes que você pode visitar.

Algumas das minhas favoritas e que recomendo, são: Parque da Aclimação, Parque Trinon MASP, Parque Villa Lobos e o Jardim Botânico de São Paulo.

Tenho certeza de que depois de conhecer todos estes lugares, seu conceito de que São Paulo é apenas uma cidade cinza estará mais enfraquecido.

turismo pelos parques de São Paulo
Parque Ibirapuera, em São Paulo

Leia também: Praça do Pôr do Sol, em São Paulo | Será que vale a pena?

2- O MASP (e outras dezenas de museus!)

O MASP está para os museus de São Paulo assim como o Ibirapuera está para os parques da capital. Ou seja, apesar de ter razões de sobra para ser um dos mais famosos, e de fato merecer um espaço na sua programação, é apenas uma das possibilidades culturais de Sampa.

Com sua construção icônica – graças ao projeto da respeitada arquiteta Lina Bo Bardi – somente a arquitetura do museu já renderia uma visita pelo lado de fora. Porém, mais do que um rostinho bonito, o MASP é cheio conteúdo. Aliás, o acervo do Museu de Arte de São Paulo Assis Chateaubriand – seu nome completo – é um dos mais inestimáveis da América Latina.

Como já havia adiantado, o MASP é um ótimo ponto de partida para suas andanças culturais de turismo em São Paulo. No entanto, não deve ser o único museu do seu itinerário.

Recomendo que você também considere visitar o Museu de Arte Contemporânea (MAC USP), Museu de Arte Moderna (MAM), Museu Afro Brasil, Museu da Imigração do Estado de São Paulo, Museu da Imagem e Som (MIS), Pinacoteca do Estado, Museu do Futebol, Itaú Cultural, Instituto Moreira Sales, Japan Housee a Casa das Rosas.

turismo cultural em São Paulo - dicas
MASP

3- O Virado à Paulista (e os sabores do mundo inteiro ao seu estômago!)

Ok, eu sei que a combinação de arroz, tutu, ovo frito, torresmo, linguiça, bisteca de porco, banana frita e couve – afinal todo prato precisa de um verdinho – não agrada a todos.

Porém, estou usando o prato mais tradicional das segundas-feiras paulistanas apenas para te contar que se fizer turismo em São Paulo, você terá sabores do mundo inteiro a sua disposição. (Mas não deixe de provar o Virado à Paulista caso combinar tudo isso te pareça uma boa ideia – eu adoro!).

Com restaurantes suficientes pra fazer um roteiro gastronômico diferente a cada dia do ano, comer bem em São Paulo é praticamente uma obrigação. Ainda que os preços de certos lugares sejam um tanto indigestos, procurando com atenção é possível encontrar restaurantes legais sem precisar declarar falência quando voltar pra casa.

No Mercado de Pinheiros, por exemplo, em poucos passos você vai de petiscos latinos (Comedoria Gonzales) a pizza italiana (Napoli Centrale), passando, é claro, por sabores brazucas (Rainha do Mercado e Mocotó Café).

Por falar em comida latina, nesta categoria recomendo as delícias do Rinconcito Peruano, La Gorgona (comida colombiana) e Dom Pancho (comida mexicana) – todos com excelente custo-benefício.

Se você curte um bom hambúrguer, gosto dos da Cabana Burger, Jazz Restô e Burgers e do Bullguer.

Já a pausa para um café pode ser no Urbe Café (Rua Augusta), Lab Coffee (Vila Madalena), King of the Fork (Pinheiros) ou no Um Punhado de Dólares (Centro).

Enfim, impossível citar num único texto todas as delícias gastronômicas de Sampa – se tiver dicas me conte nos comentários – mas saiba que seu estômago pode ficar bastante satisfeito com alguns dias de turismo em São Paulo.

turismo gastronômico em São Paulo
Delícias do café King of the Fork

4- O Edifício Copan (e outras dezenas de construções emblemáticas!)

Apaixonados por arquitetura não poderão reclamar de fazer turismo em São Paulo, afinal, poucas cidades no nosso país possuem uma quantidade tão grande de edifícios que chamam a atenção até mesmo dos mais desentendidos do assunto.

Comece sua jornada pelo centro de São Paulo e inclua na sua rota lugares como o Edifício Copan, Edifício Itália, Galeria do Rock, Catedral da Sé, Farol Santander (antigo Banespão) e claro, o imponente Theatro Municipal.

Para construções modernas rume para a Avenida Paulista e encha seus olhos com prédios que saem bem em qualquer foto. Minha dica? Percorra a avenida de ponta a ponta e apenas vá observando o maior número de detalhes possíveis de cada construção. Algumas que certamente chamarão mais atenção, são: Conjunto Nacional, MASP, Itaú Cultural, FIESP e a recente Japan House.

Apesar de estarem mais afastados dos principais eixos turísticos da cidade, outros ícones da arquitetura paulistana, são: Pinacoteca do Estado, SESC Pompeia, Casa de Vidro Lina Bo Bardi e o Hotel Unique.

turismo arquitetônico em São Paulo
Prédios na Avenida Paulista

Leia também: São Paulo | Roteiro clássico para viagem de três dias

5- A Rua Augusta e a Vila Madalena (e uma vida noturna empolgante!)

Andei conversando com alguns paulistanos e eles me contaram que em outros tempos a noite da cidade era mais animada. Fiquei intrigado. Talvez seja apenas saudade dos lugares que já não existem mais, ou de fato, não existem tantas opções como antes. No entanto, se você quiser, ainda poderá sair para a noitada de segunda a segunda.

E, duas representantes de destaque da noite paulistana é a Rua Augusta e Vila Madalena. Enquanto primeira tem fama de ser mais alternativa e com opções de casas noturnas até o raiar do dia, a segunda chama atenção pela sua infinidade de bares – principalmente na Rua Aspicuelta.

Como não sou a pessoa mais baladeira do mundo – longe disso – e minhas saídas noturnas costumam se limitar a barzinhos que raramente ultrapassam às 2hs da matina, recomendo que leia estas dicas de baladas em São Paulo, e estas outras com 30 opções de lugares para curtir a noite em Sampa.

dicas de turismo em São Paulo - SP
Pracinha do Seu Justino

6- O Beco do Batman (e o Kobra, e uma turminha do barulho!)

Curte arte de rua, murais coloridos e grafites em geral? Então vai se amarrar em fazer turismo em São Paulo, afinal, não faltam lugares onde você poderá admirar este tipo de arte.

Apesar de ser um dos locais mais famosos e realmente merecer sua visita, o Beco do Batman não é o único lugar para ver arte de rua em São Paulo. Aliás, no bairro do Beco – a Vila Madalena – é difícil caminhar uma quadra sem cruzar com ao menos uma parede cheia de cores. Por lá, outro cantinho colorido é o Beco do Aprendiz.

No bairro vizinho, Pinheiros, também não faltam murais de arte urbana. Inclusive, o renomado artista Eduardo Kobra deixou algumas marcas por lá. Porém, uma das minhas obras favoritas que ele pintou é o mural em homenagem ao Oscar Niemeyer, que fica na Avenida Paulista pertinho da estação brigadeiro.

No Parque Ibirapuera também é fácil se deparar com paredes grafitadas por diversas personalidades que enchem de vida as ruas da cidade.

E, apesar de estar fora da rota turística, um bairro que é uma verdadeira relíquia do grafite de Sampa é o Cambuci, onde você encontrará muitas artes da reconhecida dupla Os Gêmeos.

Turismo pelos grafites em São Paulo
Beco do Batman

7- O Unique (e também hostels por menos de R$ 40,00!)

Poucas cidades no país tem uma rede hoteleira tão democrática quanto São Paulo. Capaz de servir a altura os viajantes que não abrem mão de luxo e sofisticação, Sampa dispõem também uma enorme oferta de acomodações com excelente custo-benefício.

Além de ser uma referência arquitetônica, o Hotel Unique é um dos hotéis cinco estrelas mais concorridos da cidade e que dificilmente decepciona. Outras alternativas que esbanjam garbo e elegância – a um preço alto, claro! – é o Tivoli Mofarrej, Hilton São Paulo Morumbi, Hotel Fasano São Paulo e o Palácio Tangará.

Para algo com tarifas mais realistas a maior parte dos viajantes, boas opções de hotéis pela Avenida Paulista é o Ibis São Paulo Paulista, Hotel Trianon Paulista e o Estanplaza Paulista.

Já se quiser se hospedar nos hostels de São Paulo, algumas sugestões são: Soul Hostel e The Hostel Paulista (perto da Avenida Paulista), Nômade in Arte & Hostel e Brazilodge All Suites Hostel (na Vila Mariana), além do Viva Hostel Design (na Vila Madalena).

# Bônus: Vá além na hora de fazer turismo em São Paulo

Com tempo disponível, além de fazer turismo na cidade de São Paulo você pode incluir no seu roteiro outros lugares do estado.

Pertinho da capital, algumas opções de destinos que rendem um de bate-volta, são: Embu das Artes, Templo Zu Lai (em Cotia) e Paranapiacaba.

Para ir mais longe e passar algumas noites, considere Ilhabela, Ubatuba e Maresias se quiser praia, ou para um friozinho nas montanhas, a romântica Campos do Jordão.

Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

4 COMENTÁRIOS

  1. * Para evitar comentários spans (falsos), solicitamos que ao deixar sua mensagem você também preencha um campo com seu nome e e-mail.
    Mas não se preocupe, pois estas informações estão seguras e seu e-mail não será exibido e nem compartilhado com outras pessoas!
    Para mais informações clique aqui para ler a nossa Política de Privacidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here