COMPARTILHAR

Atenção Viajante!!!

Palestra Online e GRATUITA

Seguinte... Nesta quarta-feira (18/07/2018), meu colega André Strauss, especialista em acumular milhas aéreas, dará uma palestra online: “3 passos para viajar para os EUA, economizando de 50% a 100% em passagens aéreas”.

» Clique aqui para descobrir os truques que o André - e que outros viajantes inteligentes - estão usando para economizar mais de 50% com passagem aérea.
Hostels em São Paulo: 10 indicações de albergues que valem a pena nos bairros mais convenientes de Sampa.
Salve esta imagem no seu Pinterest!!!

Não sei ao certo porque demorei tanto tempo pra escrever um post com dicas de hostels em São Paulo, afinal, devido as minhas constantes andanças pela Terra da Garoa, já me hospedei em pelo menos meia dúzia de albergues na capital.

O que de certa forma pode não significar muito, já que atualmente existem mais de cem hostels na cidade. Apesar da tarefa de se hospedar em boa parte deles exigir alguns anos de idas a Sampa, e de eu ter os meus favoritos em cada bairro, sempre que possível fico em lugares diferentes.  

Como conheço relativamente bem os principais bairros da cidade, e tenho certa experiência em como escolher um bom albergue, sempre que tenho que eleger um novo lugar para chamar de casa o processo é simples e rápido.

Porém, entendo perfeitamente que pra quem nunca ficou na maior cidade brasileira, tomar esta decisão pode ser um tanto difícil. Isso porque, além de ter que escolher entre dezenas de bons hostels em São Paulo, decidir a localização é de igual – ou até mesmo maior – importância.  

Para te ajudar nesta tarefa, a seguir vou listar alguns hostels que considero boas alternativas nos lugares mais convenientes da cidade. Tenho certeza que algum deles atenderá suas necessidades.

Leia também: Onde se hospedar em São Paulo | Os melhores bairros

# Quanto custa uma diária de hostel em São Paulo?

Antes de dar as minhas sugestões de hostels em São Paulo, vale adiantar quanto você gastará em média. De um modo geral, espere gastar entre R$ 35,00 e R$ 50,00 por dia pela cama em um dormitório compartilhado. Já quem prefere um quarto privativo, é possível encontrar diárias entre R$ 100,00 e R$ 160,00, para um quarto duplo.

O preço varia, principalmente, de acordo com o bairro escolhido, da estrutura da acomodação e se ele inclui café da manhã no valor cobrado.

A região da Avenida Paulista tende a ser a que possui tarifas mais altas. Já a Vila Mariana e o bairro Paraíso possuem diárias mais em contas e de quebra não estão distantes da região central. Já na Vila Madalena e em Pinheiros é possível encontrar hostels com excelente custo-benefício.

# Hostels perto da Avenida Paulista

A avenida mais famosa de São Paulo é um dos lugares mais concorridos pra se hospedar. E, apesar dos hotéis sofisticados serem maioria, é possível encontrar hostels bem estruturados.

Quem ficar nesta região poderá utilizar a linha verde do metrô, e estará em uma área movimentada durante o horário comercial e mais tranquila a noite. Durante o dia não faltarão lugares para comer, há dezenas de restaurantes, lanchonetes e até mesmo a praça de alimentação dos shoppings podem ser uma solução prática. Para o jantar as opções diminuem, mas você pode encontrar boas alternativas na Rua Augusta ou na Alameda Santos.

1- Soul Hostel

Este é um dos hostels que já fiquei por diversas vezes em São Paulo e nunca me decepcionei. Apesar da estrutura ser boa e o atendimento simpático, seu grande diferencial, na minha opinião, é a localização: a menos de quatrocentos metros da estação Trianon MASP, e atrás do Shopping Cidade São Paulo.

Os quartos são compactos, com camas confortáveis, além de luz e tomadas individuais. Além disso, os ambientes estão sempre limpos. O café da manhã é simples mas suficiente para começar o dia

>>> Nota geral no Booking: 8,7 – baseada em 1022 avaliações.

>>> Veja fotos, avaliações e preços do Soul Hostel

2- The Hostel Paulista

Este foi o primeiro hostel em que me hospedei em São Paulo, e, até hoje, sempre que tenho compromissos pela Paulista ele é uma das minhas opções.

Assim como a indicação anterior a localização é seu grande trunfo: a uma quadra da estação Trinanon MASP, na Rua Pamplona.

Em comparação ao Soul, o The Hostel ganha na área comum mais espaçosa, cozinha e no café da manhã mais reforçado. Dormitórios e atendimento ficam empatados. Já o Soul sai na frente quando o assunto é limpeza e organização.

>>> Nota geral no Booking: 8,0 – baseada em 1325 avaliações.

>>> Veja fotos, avaliações e preços do The Hostel Paulista

hostels perto da avenida paulista em são paulo
Avenida Paulista

# Hostels no Paraíso, Ana Rosa e Vila Mariana

Logo ao lado da Avenida Paulista estes três bairros são ideais pra quem quer ficar bem localizado, próximo de muitas atrações, mas sem precisar ficar no ambiente comercial e tumultuado da Paulista. Mesmo tendo diversos estabelecimentos, essas áreas são mais residenciais e com um astral mais bairrista.

Outra vantagem é que quem ficar próximo das estações Paraíso e Ana Rosa, estará servido de duas linhas de metrô: Azul e Verde. E não menos importante é que as diárias por aqui tendem a ser mais em conta do que em outros bairros de São Paulo.

3- Nômade in Arte & Hostel

A dez minutos de caminhada da estação Paraíso, este é um dos meus cantinhos favoritos em São Paulo.

O Nômade in Arte tem um ambiente bastante despretensioso e agradável, daqueles que nos faz se sentir em casa mesmo quando estamos viajando.

Além da localização, a área comum é o que mais me conquista. E claro, o atendimento, dormitórios e limpeza também não deixam a desejar. Para mim, um dos hostels com melhor custo-benefício em São Paulo.

>>> Nota geral no Booking: 8,5 – baseada em 311 avaliações.

>>> Veja fotos, avaliações e preços do Nômade in Arte & Hostel

4- Roca Hostel

Situado entre as estações de metrô Paraíso e Ana Rosa, mas mais perto da segunda, O Roca Hostel é outra boa escolha de hostel em São Paulo.

Apesar dos dormitórios e banheiros não serem dos mais espaçosos, encanta pelo clima intimista, organização e funcionários atenciosos.

>>> Nota geral no Booking: 8,5 – baseada em 311 avaliações.

>>> Veja fotos, avaliações e preços do Roca Hostel

5- The Hostel Vila Mariana

Apesar de eu achar a filial da Paulista mais arrumadinha, o The Hostel Vila Mariana não deixa de ser uma opção conveniente.

Grudada na estação Ana Rosa, a localização é sem dúvida seu grande destaque. Já algo que me incomoda é o fato das camas de alguns dormitórios serem no estilo treliche.

>>> Nota geral no Booking: 8,4 – baseada em 877 avaliações.

>>> Veja fotos, avaliações e preços do The Hostel Vila Mariana

6- Brazilodge All Suites Hostel

Possivelmente este é um dos melhores hostels de São Paulo, o que fica claramente comprovado com a sua excelente reputação.

Possui ambientes organizados, bem decorados e quartos confortáveis. Além disso, a atenção dos funcionários, a localização e a limpeza também são merecedores de elogios.

Apesar der ser um pouco mais caro do que a maioria, pode apostar que vale cada centavo.

>>> Nota geral no Booking: 9,2 – baseada em 1060 avaliações.

>>> Veja fotos, avaliações e preços do Brazilodge All Suites Hostel

# Hostels em Pinheiros

Foi somente no final do ano passado que eu me hospedei em Pinheiros pela primeira vez, e depois de uma ótima experiência, fiquei me perguntando por que raios nunca tinha feito isso antes.

Apesar de ter uma cara mais residencial e tranquila, Pinheiros conta com ótimos bares, restaurantes e comércios em geral. Para mim, é um bairro bastante adequado pra quem já conhece São Paulo, e está cansado de se hospedar sempre nos mesmo lugares, como por exemplo, na Avenida Paulista, Ou ainda, é uma boa pedida para quem quer ser surpreendido logo na primeira viagem.

Porém, se você quer bater perna pelos principais pontos turísticos de Sampa, vale lembrar que seu deslocamento será maior.

7- The Pod SP Hostel & Bar

Duas coisas foram decisivas para eu escolher o The Pod SP como o meu primeiro hostel em Pinheiros: a localização muito perto da estação de metrô Fradique Coutinho, e o fato dele ter aquelas beliches estilo casulo, ou seja, fechada de todos os lados.

É bem verdade que quem tem claustrofobia certamente não gostará deste tipo de cama, mas pra quem quer privacidade enquanto está no dormitório, é bastante útil.

Chegando lá, ainda fui surpreendido com uma área comum bacaninha, um astral animado e funcionários simpáticos.

O único ponto que precisaria de um ajuste, na minha opinião, são os banheiros. Tanto a estrutura em si quanto a limpeza poderiam receber mais atenção.

>>> Nota geral no Booking: 8,4 – baseada em 525 avaliações.

>>> Veja fotos, avaliações e preços do The Pod SP Hostel & Bar

8- Hostel Califórnia Café Bar

Com ambiente alegre e bem decorado, esta é outra opção de hostel que vale a pena em Sã Paulo.

Faz a linha bom custo-benefício. Por um lado, agrada pelos funcionários gentis e estrutura adequada. Por outro, as estações de metrô mais próximas – Clínicas (Linha Verde) e Fradique Coutinho (Linha Amarela) – estão a quinze minutos de caminhada. Ainda assim, a região é bem avaliada já que está rodeada de bons estabelecimentos.

>>> Nota geral no Booking: 8,4 – baseada em 716 avaliações.

>>> Veja fotos, avaliações e preços do Hostel Califórnia Café Bar

melhores hostels de São Paulo - Pinheiros
Uma rua qualquer em Pinheiros

# Hostels na Vila Madalena

Assim como seu vizinho Pinheiros, a Vila Madalena também possui um estilo mais residencial, sem prédios e com uma ótima oferta de bares e restaurantes. Para mim, a dinâmica dos dois bairros é muito parecida e não há uma diferença gritante.

Talvez, o maior trufo da Vila Madalena seja a Rua Aspicuelta, famosa por suas dezenas de bares lado a lado.

9- Café Hostel

Com espaços moderninhos e descolados, o Café Hostel é uma escolha conveniente pra quem quer se hospedar na Vila Madalena.

A localização, perto da estação de metrô do bairro, é pertinente e não decepciona. Além disso, o funcionamento do hostel como um todo é bastante satisfatório.

>>> Nota geral no Booking: 8,6 – baseada em 345 avaliações.

>>> Veja fotos, avaliações e preços do Café Hostel

10- Viva Hostel Design

Outro hostel bem cotado na Vila Madalena é o Viva Design. Com camas no estilo cápsula, é uma boa pedida para os viajantes que gostam de privacidade mesmo estando em dormitórios compartilhados. Sem dúvida uma escolha que não costuma decepcionar.

>>> Nota geral no Booking: 8,8 – baseada em 507 avaliações.

>>> Veja fotos, avaliações e preços do Viva Hostel Design

+ Dicas de hostels em São Pauo

>>> Recentemente fiquei hospedado no B2B Hostel, no bairro Morumbi, e gostei bastante do albergue e da região. Apesar dos dormitórios serem compactos, o pessoal do B2B nos faz sentir em casa. Além disso, o hostel está perto de muitos bares, restaurantes e do próprio Shopping Morumbi.

Vale lembrar, porém, que esta área apesar de ser bacana está distante dos principais eixos turísticos de São Paulo. Para mim, vale a estadia caso você tenha algum compromisso por estes lados, que era exatamente a minha situação.

>>> Se você já tem as datas da sua viagem confirmada e já encontrou um hostel que atenda as suas necessidades, faça sua reserva o quanto antes. Apesar de ter centenas de quartos disponíveis, São Paulo recebe inúmeros eventos todas as semanas e muitas acomodações ficam lotadas por conta disso.

Para você ter uma ideia, certa vez fui procurar um hostel na região do bairro Paraíso e não encontrava absolutamente NENHUMA vaga. O motivo? Os hostels daquela área estavam lotados de competidores do Campeonato Mundial de Cubo Mágico.

>>> Se você já ficou em algum destes lugares ou tem outras dicas de hostels em São Paulo, me conta aí nos comentários. Tenho certeza que ajudará outros viajantes! 


QUER AJUDAR O BLOG SEM PRECISAR GASTAR UM ÚNICO CENTAVO POR ISSO?

Utilizando os serviços dos nossos parceiros através dos links que estão aqui no blog, nós ganhamos uma pequena comissão e VOCÊ NÃO PAGA ABSOLUTAMENTE NADA A MAIS POR ISSO.

 Confira as dicas de como pesquisar e reservar sua hospedagem através do Booking.com

COMPARTILHAR
Desde que comecei a viajar, em 2011, conhecer o mundo se tornou um dos meus objetivos de vida. Em 2014 deixei meu antigo emprego para realizar a minha primeira grande trip: 10 meses viajando e trabalhando pela América Latina. Desde então compartilho minhas experiências de viagem aqui no Volto Logo.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here